Assista Agora ao Treinamento Online Grátis com a Técnica que uso para Gerar um Faturamento de R$ 14.465,70 por Mês!

Freelancer

Freelancer – Evite estes 10 Erros Comuns no Início de Carreira!

É verdade que o inícios da carreira Freelancer não é fácil, são diversas complicações ao mesmo tempo, desde falta de dinheiro até falta de experiência, que aliados fazem um cenário realmente perfeito para que muitos erros aconteçam, mas justamente no início é que precisará ter o máximo de cuidado, pois ainda não está estabilizado, ou seja, qualquer dano ou prejuízo podem ser muito difíceis de serem superados.

Para ajudar a dar estes primeiros passos em sua carreira Freelancer separei aqui os 10 erros mais comuns de ocorrerem no início de seus trabalhos como Freelancer, tente ao máximo não cometer estes erros e certamente só terá a ganhar seguindo estas dicas!

1 – Não cumprir Prazos

Este é certamente o erro mais frequente de quem está trabalhando como Freelancer e ainda não possui uma boa experiência, pois não consegue calcular o tempo exato que levará para concluir o serviço, para evitar cometer este erro que afeta seriamente sua imagem, vão aqui algumas dicas:

  • Conte com imprevistos, eles certamente acontecerão.
  • Seu cliente pedirá para fazer alterações no decorrer do projeto, o que nem sempre é rápido e simples de ser feito.
  • Você não possui tanta habilidade quanto pensava fará fazer o projeto, portanto irá demorar mais.

Com base nestas dicas já pode imaginar que é sempre bom colocar um prazo para entrega maior do que aquele que realmente levará para fazer, afinal é melhor surpreender seu cliente de forma positiva lhe entregando o projeto pronto antes do que atrasar a entrega.

Se mesmo pedindo um bom prazo não estiver conseguindo concluir a tempo, não pense duas vezes, prepare um bom café e mãos a obra, vare a noite acordado se preciso for, mas entregue na data!

2 – Cobrar Muito Pouco por Seus Serviços

Todos sabemos que o tendão de Aquiles de todo Freelancer em início de carreira é o dinheiro, afinal é preciso ter dinheiro para sobreviver, mas por estar precisando de dinheiro passar a oferecer seus serviços a preços ridículos é um grande erro, i digo isto por alguns fatores, veja:

  • Se sua remuneração for muito baixa passará a rapidamente perder a motivação em sua carreira Freelancer.
  • Cobrando muito pouco terá bastante serviço, o suficiente para não ter tempo de procurar serviços que paguem melhor, porém não o suficiente para ter uma vida confortável.
  • Se precisar de materiais para seu serviço tenderá a usar materiais de baixa qualidade, que resultarão em um serviço de baixa qualidade.

Ao trabalhar por valores muito baixos acabará entrando em um círculo vicioso que será realmente muito difícil sair, portanto cobre o preço justo por seus trabalhos.

3 – Começar o Trabalho sem a Noção Exata do que Deve ser Feito

Outro erro bastante frequente é fechar o contrato sem saber exatamente o que o cliente deseja, mas exatamente mesmo! Não tenha vergonha de perguntar, usar exemplos, até pedir para o cliente desenhar se preciso for!

Começar um trabalho sem uma direção exata é o caminho mais curto para o retrabalho, pois na hora de apresentar seu trabalho para o cliente acabará ouvindo: “poxa mas não foi isso que eu pedi!” rsrsr Ai, o que resta é iniciar do zero, trabalhará em dobro pelo mesmo valor.

Este é um erro comum no início pois o profissional não quer parecer inexperiente ou inseguro, porém não há nada de errado em perguntar, você não é obrigado a saber o que o cliente quer, e enquanto o cliente não se expressar de forma clara e objetiva, continue perguntando!

freelancer-evite-estes-10-erros-comuns-no-inicio-de-carreira

4 – Aceitar Qualquer Cliente

Não é por que um cliente estará te pagando para fazer determinado serviço que isto será interessante para você, há diversos tipos de clientes, desde ótimos clientes com os quais chegará a ter laços de amizade até clientes que não irá nem mesmo querer ouvir falar nunca mais na sua vida rsrsr

Mas determinadas dores de cabeça podem ser evitadas logo de início, nos primeiros momentos de negociação certamente já será possível identificar com que tipo de pessoa está lidando e se isto vai ser ou não interessante para você, caso julgar que não será um bom negócio não feche contrato.

Para não fechar contrato um erro frequente é subir muito o preço, muito mesmo, e acreditem, isso nem sempre funciona, você joga o preço lá nas alturas e? O cliente aceita rsrsr Se não quer fazer um serviço simplesmente não faça, saiba se posicionar profissionalmente e informe o cliente de que não será possível fazer aquele serviço

5 – Relacionar-se de Forma Muito Pessoal com os Clientes

A maneira como se relaciona com os clientes também é bastante importante, tanto para sua imagem como profissional como também para preservar sua privacidade. Informações sobre sua vida pessoal não tem a menor importância para o cliente, ou seja, não é da conta do cliente se você foi viajar no feriado e está todo ardendo. Assim como também não é da sua conta se seu cliente foi ou não viajar no feriado, saiba manter um certo limite.

Este limite é importante ser mantido para a relação profissional, pois se acaba se tornando amigo do cliente certamente será mais difícil de manter uma distância necessária para que possa desenvolver seu trabalho com tranquilidade, isso sem falar que ultrapassar certos limites pode ser visto como falta de profissionalismo por seu cliente.

Deve procurar ser um bom amigo de trabalho de seus clientes, sempre conversando com eles sobre os temas pertinentes ao ramo, inclusive pode dar dicas de como melhorar o desempenho de seus negócios, enfim, lembre-se sempre de que a relação é profissional!

6 – Deixar seu Nervoso Transparecer para o Cliente

Ficar nervoso é perfeitamente normal, todo profissional passa por momentos de estresse em seu trabalho, principalmente ao lidar com clientes, afinal são seres humanos, complexos por natureza.

Mas sempre que ficar nervoso deixe para tomar qualquer atitude depois, primeiro se acalme, pondere, tente se colocar no lugar do cliente e enxergar a situação como ele para aí sim se posicionar de uma maneira mais profissional.

Até por que esculhambar com o cliente por e-mail pode lhe custar uma publicação no Facebook rsrsr

7 – Não Propor Soluções

Todo serviço é passível de ter entraves em seu processo criativo, principalmente por parte do cliente que não possui experiência nenhuma em sua área, e se não tiver meios de oferecer ao cliente o que ele precisa acabará perdendo mais este contrato.

Lembre-se sempre de que qualquer profissional é contratado para apresentar soluções e não para lamentar problemas junto com o cliente. Você também não sabe o que fazer? Ora, descubra, é para isso que está sendo pago rsrsr

Apenas é importante ter consciência de que nem todas sua sugestões serão apreciadas e aceitas por seu cliente, não tome isso como pessoal, afinal cada pessoa tem sua própria visão do que é o ideal, mas não deixe de apresentar alternativas.

8 – Não possuir Fontes de Renda Diversificadas

Aqui é a velha história de não colocar todos os ovos no mesmo cesto, todos já conhecemos, mas é sempre bom lembrar rsrsr

Ao trabalhar como Freelancer para ter uma vida financeira estável é fundamental que diversifique ao máximo suas fontes de renda, assim não fica atrelado a algo por depender do dinheiro e poderá trabalhar com tranquilidade, afinal seu dinheiro vem de fontes diversificadas, mesmo que uma seque ainda terá as outras até repor esta uma.

Isto também ajuda a não se sentir inseguro no momento de negociar com novos clientes, afinal não depende integralmente de fechar aquele contrato para sobreviver.

9 – Se Permitir Muitas Folgas

Trabalhar como Freelancer é uma maravilha, são coisas como a liberdade de ir à praia em plena quarta-feira as 15:30hs! Ah… que beleza! Bem, não é bem assim, é preciso ter suas responsabilidades e senso crítico de quando pode ou não se permitir momentos de lazer.

Não estou dizendo que não poderá folgar em uma bela quarta de sol, mas que tal trabalhar no domingo chuvoso para adiantar o serviço e assim quando chegar este dia de sol poder folgar?

É importante aprender a negociar consigo mesmo, se forçando a trabalhar quando necessário e também se permitir certas regalias quando merecidas. Mas não caia no erro de ser permissivo demais, isto pode afetar seriamente sua produtividade e consequentemente seu dinheiro.

10 – Corromper seu Princípios Éticos

Princípios éticos são questões muito pessoais, nem sempre algo seja de fato errado, mas se você não concorda, não faça! Se preciso for não feche o contrato.

Uma das coisas mais importantes é sempre estar bem consigo mesmo, é acordar pela manhã sabendo que vive e faz exatamente aquilo que deseja, corromper os seus princípios éticos certamente fará com que você tenha a sensação de estar prostituindo seus serviços, de estar se corrompendo por dinheiro, e neste momento sua relação com o dinheiro deixa de ser saudável.

Para ganhar dinheiro é fundamental ter uma boa relação com o dinheiro e não o ver como algo sujo, mas sim como algo benéfico e necessário.

Sobre o autor | Website

Olá! Sou Vinicius Horta e tenho 37 anos, trabalho com Marketing Digital a 6 anos (quase 7 já). Aqui você aprenderá como construir negócios rentáveis online trabalhando no conforto de sua casa, exatamente como eu faço a 6 anos. Sou Web Designer com formação pelo SENAC e apaixonado por Copywriting e análise de dados de campanhas de Marketing Digital.

Treinamento Online Grátis

Assista Agora ao Treinamento Online Grátis com a Técnica que uso para Gerar um Faturamento de R$ 14.465,70 por Mês!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.